Postagens

12 Anos de Escravidão

Imagem
Nota: 9,0
Necessário, forte, atemporal e com um elenco estelar, 12 Anos de Escravidão é um filme que mostra o potencial do novato e promissor diretor negro Steve McQueen - ele dirigiu outros dois longas, ambos protagonizados por Michael Fassbender: Hunger Shame, este segundo, bem polêmico, onde Fassbender interpreta um homem viciado por sexo, rendeu várias premiações.
Não poderia ser diferente no caso deste filme. Ele "devorou" as premiações nas quais concorreu, ficando inclusive com o Oscar (merecidíssimo) de melhor filme.
A escravatura é um tema recorrente nas películas. Mas vemos como McQueen retrata com facilidade, sem medo, e nos apresentando ainda a originalidade fora de série de seu estilo de filmar. Quem gosta de muitos grandes atores em cena, vai se esbaldar. Temos Chiwetel Ejiofor numa exímia atuação, Paul Giamatti, Paul Dano, Benedict Cumberbatch, e ainda temos espaço para Michael Fassbender e Brad Pitt, além da brilhante atuação da estreante Lupita Nyongo, que…

Uma Razão Para Viver

Imagem
Nota: 8,7
Drama, Romance, Biografia
Uma Razão para Viver é uma história real que nos mostra que o verdadeiro amor é capaz de superar o insuperável. É um filme comovente, mas também muito divertido. Foi feito através das memórias do filho do casal, Jonathan, então se prepare para enxugar as lágrimas enquanto também solta algumas risadas.
Década de 50. Robin Cavendish (Andrew Garfield) é um carismático comerciante inglês que conhece a bela Diana Blacker (Claire Foy) num jogo de críquete, e é amor à primeira vista. Ele começa a galantear a moça e conhecê-la melhor, até que acabam por se casar, em 1957.
Eles eram tão unidos, que Robin viajava a negócios para a África e Diana fazia questão de acompanhá-lo. Ainda recém-casados, ela descobre que está esperando um bebê, o que enche o casal de alegria.
Porém, no ano seguinte a seu casamento, algo totalmente inesperado acontece: Robin adquire poliomielite, uma doença irreversível que o deixa tetraplégico, e que leva os médicos a orientarem sua …

A Luz Entre Oceanos

Imagem
Nota: 8,5
Drama, Romance, Filme Histórico
A Luz Entre Oceanos é um filme de época profundo, denso, e com atuações bem marcantes.
O casal protagonista (Michael Fassbender e Alicia Vikander) funciona bem em tela.
Rachel Weisz é uma das minhas atrizes favoritas, e como sempre, está excelente, porém num papel menor.

Atenção, se quer assistir sem nenhum Spoiler, pare aqui!!! E não procure em nenhum outro site também! Eu assisti sem saber de nada que ia acontecer e me surpreendi bastante.
Bom, não digam que não avisei!

O filme se situa após a 1° Guerra Mundial. Tom (Fassbender) é um homem sério e com uma vida um tanto solitária, pois trabalha cuidando de um farol que orienta os navios em suas jornadas, morando sozinho numa ilha afastada do povoado. Mas quando ele conhece a bela e jovem Isabel (Vikander, que, curiosidade: casou mesmo com Michael na vida real) rapidamente se apaixona por ele e os dois acabam por se casar.
A vida começa a parecer ingrata para o jovem casal quando dois bebês que …

Jason Bourne

Imagem
Nota: 8,3
Ação/Thriller
Poderia ser mais do mesmo, mas a dobradinha Matt Damon e Paul Greengrass (auxiliados pela bela Alicia Vikander) dão conta do recado e entregam um filme de ação digno e enxuto.
Jason Bourne (Matt Damon) aparentemente desistiu de querer saber sobre seu passado e ganha a vida com lutas clandestinas. Mas quando Nicky (Julia Stiles) reaparece em seu caminho dizendo que tem uma pista que irá revelar tudo, ele sai das sombras para descobrir de uma vez por todas o que foi o programa que ele participou quando era um agente da CIA, que o transformou numa arma mortal.
Boas surpresas, ação de outro nível, muito bem feita. Confira!

"Jason Bourne", 2016, 2h 3min. Dirigido por Paul Greengrass (Capitão Philips), com Matt Damon, Alicia Vikander, Tommy Lee Jones e Julia Stiles.

Kill Bill Vol. 2

Imagem
Nota: 8,5
Ação, Cult
Este filme contém algumas das minhas cenas favoritas no cinema.
Sem dar muitos spoilers, ser enterrado vivo, o olho sendo arrancado, e a cobra na maleta são algumas delas. A Uma Thurman realmente está sensacional e mostra que esse papel só podia ser dela. O volume 2 é muito diferente do primeiro, que por sua vez é mais sangrento, com mais referências e homenagens a sétima arte: não é muito o meu estilo. Este segundo já é mais pauleira, abusa mais da ação e tensão: que é tudo o que eu gosto.
Super vale a pena para os fãs do gênero. Também para fãs de filmes B, porque o cinema do Tarantino homenageia o cult e o trash.
A noiva (Uma Thurman, que terá seu verdadeiro nome revelado neste filme) continua em busca de eliminar todos os que tentaram matá-la no dia de seu casamento: principalmente seu antigo patrão, Bill (David Carradine), que será o último. Porém, o reencontro com seu ex-chefe irá trazer à tona a maior surpresa de toda a sua vida.
Como eu já disse, filme mu…

A Noite do Jogo

Imagem
Nota: 7,5
Comédia, Mistério
Por enquanto, é a melhor comédia do ano! (Não teve muitas ainda, para se ter um comparativo também.. rsrs)
Mas é um filme muito bom. Mistura comédia e suspense de uma maneira hilária. Jason Bateman e Rachel McAddams convencem como casal.
Max (Bateman) e Anne (Rachel McAdams) adoram fazer noites de jogos com seus amigos. Numa delas, Brooks (Kyle Chandler), o irmão ricaço de Max, aparece na cidade querendo fazer uma baita noite de jogos na mansão que ele alugou para passar alguns dias. Quando o casal e outros amigos chegam na casa, são surpreendidos por um jogo totalmente diferente: Brooks diz ter contratado uma equipe que irá sequestrar um dos jogadores da sala. O jogador que conseguir desvendar o mistério e resgatar a pessoa sequestrada, ganha o jogo e um baita prêmio.
É claro que nada vai sair como o esperado, imprevistos e surpresas aguardam quem for assistir a esse filme e, óbvio, nada é o que parece.
Muito divertido, mentiroso (a vantagem de ser uma co…

Whiplash - Em Busca da Perfeição

Imagem
Nota: 9,8
Drama
La La Land não foi o melhor do jovem Damien Chazelle até agora; foi o mais famoso. Whiplash foi o melhor. Dificilmente ele fará um filme com tamanho brilho ou intensidade novamente. Damien sonhava ser músico, talvez por isso ele goste tanto de retratar a música em seus longas.
Eu não sei explicar o conjunto de emoções que eu tive ao assistir a esse filme. Não sei nem dizer qual gênero é. Só sei que havia momentos que eu tinha vontade de malhar a televisão no chão.
Whiplash é basicamente um filme sobre bullying e o que esse mal ocasiona a suas vítimas, e sobre até onde a obsessão por alguma coisa leva as pessoas.
Andrew Neiman (Miles Teller) é um jovem com um sonho: ele quer ser um baterista que vai entrar para a história da música, assim como muitos de seus ídolos. Ele começa esse sonho muito bem, conseguindo entrar em uma das mais conceituadas faculdades de música. Conforme ele se destaca na faculdade, consegue uma vaga de baterista reserva no grupo musical mais cobiç…